ELAS CANTAM

Loading...

sexta-feira, 30 de julho de 2010

"NICO - CHRISTA PAFFGEN"


Christa Päffgen (Köln, Alemanha, 16 de outubro de 1938 - Ibiza, Espanha,
18 de julho de 1988) foi uma cantora, compositora, modelo e atriz,
mais conhecida pelo pseudônimo Nico. Este pseudonimo lhe foi dado por
Andy Warhol e é um anagrama da palavra ICON (ícone).
Nico nasceu a 16 de outubro de 1938, em Köln, na Alemanha.
Algumas fontes afirmam que ela teria nascido a 15 de março de 1943,
em Budapeste, capital da Hungria.


Nico encontrou fama como modelo.

Após abandonar a escola aos 13 anos de idade,
ela começou a vender lingerie. Um ano mais tarde, sua mãe encontrou seu trabalho como modelo em Berlim.
Enquanto trabalhava como modelo, ela conheceu o fotógrafo Herbert Tobias,
que deu a ele o nome "Nico". Mais tarde, ela se mudou para Paris e
trabalhou para a revista Vogue, Tempo, Vie Nuove, Mascotte Spettacolo,
Camera, Elle, e outras revistas fashion no começo dos anos 1950.
Após aparecer em vários comerciais de televisão, Nico conseguiu um papel pequeno no filme "La Tempesta" (1958), do diretor Alberto Lattuada. Mais tarde, porém naquele mesmo ano, apareceu no filme "For the First Time", do diretor Rudolph Maté,
ao lado de conhecidos atores como Mario Lanza.
Em 1959, ela foi convidada para ir ao set de "La dolce vita", do diretor Federico Fellini, atraindo a atenção de tal diretor, fazendo com que ele desse a Nico um pequeno papel no filme. Naquela época, ela tinha se mudado para Nova York para ter aulas de teatro com Lee Strasberg.
Após dividir o seu tempo entre Nova York e Paris, ela conseguiu o papel principal no filme "Strip-Tease" (1963), do diretor Jacques Poitrenaud. Ela gravou também o title track para o filme, que foi produzido por Serge Gainsbourg, mas que não fora lançado até 2001, quando a música foi incluida no CD como parte da coletânea francesa
"Le Cinéma de Serge Gainsbourg".
Durante esse período, ela deu à luz ao seu filho, Ari (nascido em 1962), que teve como pai o ator francês Alain Delon. Entretanto, a criança foi criada a maior parte do tempo pelos pais de Delon, que sempre insistiu em negar sua paternidade.


O Começo da Carreira Musical


Em 1965, Nico conheceu o guitarrista do Rolling Stones, o famoso Brian Jones, e gravou com ele o seu primeiro single, "I'm Not Sayin'".


O ator Ben Carruthers apresentou ela a Bob Dylan em Paris naquele verão. Dizem que Dylan, mais tarde, escreveu a música "I'll Keep It With Mine" para Nico.
Após ser apresentada à Bob Dylan, ela começou a trabalhar com Andy Warhol e Paul Morrissey em seus filmes experimentais, incluindo "Chelsea Girls", "The Closet", "Sunset" e "Imitation of Christ".

O Velvet Underground & Nico




Após Andy Warhol se tornar o empresário do Velvet Underground, ele propôs que o grupo teria Nico como vocalista. O grupo concordou, apesar de uma considerável relutância, devido a razões pessoais e musicais — John Cale, do grupo, descreveu Nico como "tone deaf", algo como: "quem não tem ouvido". Apesar disso, ele iria ter papel fundamental na carreira solo de Nico. O grupo, incluindo Nico, tornaram-se os acompanhadores pessoais para a "Exploding Plastic Inevitable", um show experimental e alternativo de Andy Warhol, que misturava música, filme, dança e pop art.
Nico fez o vocal principal em três músicas ("Femme Fatale", "All Tomorrow's Parties" e "I'll Be Your Mirror") e providenciou o backing vocal em ("Sunday Morning") no álbum de estréia da banda: The Velvet Underground and Nico. Lançado no ano de 1967, o álbum foi fundamental para o aparecimentos de muitos gêneros musicais, incluindo o punk rock e New Wave.
Nico teve uma breve relação romântica com o vocalista e compositor, Lou Reed.
Nesse mesmo período, ela esteve envolvida em relações amorosas com outros músicos, incluindo Cale, Jim Morrison do grupo The Doors, Jackson Browne, Brian Jones,
Tim Buckley, Bob Dylan e também com Iggy Pop.
Pouco tempo após a turnê que se seguiu, a Exploding Plastic Inevitable, saiu de cena no começo de 1967, Nico e o Velvet Underground foram para caminhos diferentes. Tanto Lou Reed como John Cale tocaram em partes significantes do projeto solo de Nico. Nos próximos 20 anos que seguiram-se, ela gravou uma série de álbuns bem aclamados pela crítica, trabalhando em coisas parecidas com Brian Eno e Phil Manzanera. John Cale esteve particularmente envolvido nas músicas de Nico, produzindo quatro de seus álbuns, como também fazendo arranjos e tocando diversos instrumentos nas gravações.

Carreira solo 1960



Para o seu álbum de estréia, o Chelsea Girl, lançado em 1967, Nico gravou músicas de diversos artistas como Bob Dylan, Tim Hardin, Jackson Browne e também de Lou Reed e John Cale, dois dos membros do Velvet Underground. Ela gravou também uma música que Lou Reed e John Cale co-escreveram com Sterling Morrison, chamada "It Was a Pleasure Then", uma música de oito minutos com solos de guitarra e de violino.





Chelsea Girl é um álbum tradicional de folk que influenciou artistas do estilo como Leonard Cohen, com arranjos de instrumentos de corda e flautas sobrepostos por seu produtor. Nico, no entanto, não ficou satisfeita com o resultado do álbum finalizado.
Para o seu outro LP, o The Marble Index, lançado em 1969, Nico escreveu todas as músicas do álbum e fez as estruturas de todas as músicas, que consistem principalmente em um balanço de harmônio nos acordes. Os arranjos foram escritos por John Cale, que deu às músicas de Nico um estilo de folk e instrumentos clássicos. Frazier Mohawk produziu o álbum. A harmonia de Nico tornou sua assinatura para o resto de sua carreira. O álbum combina elemtnos clássicos com o som de folk europeu.

1970




Nico lançou mais dois álbuns solos nos anos 1970: o clássico Desertshore (1970), também produzido por John Cale. Já o The End (1974), co-produzido por Cale e Joe Boyd. Cale tocou a maior parte dos instrumentos nesses dois álbuns. Nico escreveu as músicas, cantou, e tocou harmônio. The End, traz o músico Brian Eno tocando sintetizador.

No dia 13 de dezembro de 1974, Nico foi o suporte para o infame show da Tangerine Dream na Reims Cathedral em Reims, na França. O promotor tinha vendido mais ingressos que o permitido, deixando o local inapropriado para aquele gigantesco número de pessoas, que, pela falta de espaço, mal conseguiam andar ou se mover. Isso resultou em pessoas urinando dentro do hall da catedral. A igreja católica denunciou essas ações e, no fim de tudo, acabou por banir futuras apresentações nas propriedades da igreja.

1980




Nico voltou para Nova York no fim de 1979, onde o seu show de volta no CBGB no começo do ano de 1980, foi bem comentado no New York Times. Ela começou a tocar regularmente no Mudd Club e em outros locais.
Nico gravou seu próximo álbum de estúdio, o Drama of Exile, em 1981. O álbum a separou de John Cale (que vinha acompanhado-a desde o começo), e trouxe uma mistura de rock e arranjos do oriente médio. Ela gravou seu último álbum solo, Camera Obscura, no ano de 1985, novamente com John Cale, desta vez, como produtor, e com o The Faction (James Young e Graham Dids).

Filmes de Philippe Garrel



Entre 1970 e 1979, Nico fez sete filmes com o diretor francês Philippe Garrel.
Ela conheceu Garrel em 1969 e contribui com a música "The Falconer" para seu filme, "Le Lit de la Vierge". Mais tarde, ela estava vivendo com Garrel e tornou-se uma figura central em seu círculo pessoal e cinematográfico. A primeira aparição de Nico em um filme de Garrel aconteceu em, La Cicatrice Intérieure, de 1972. Nico contribui também com uma música para o filme. Ela apareceu em outros filmes de Garrel como Anathor (de 1972); o filme biográfico de Jean Seberg, Les Hautes Solitudes, lançado em 1974; Un ange passe (de 1975); Le Berceau de cristal (de 1976), estrelando Pierre Clementi, Nico e Anita Pallenberg; e também Voyage au jardin des morts (de 1978). Seu filme de 1991, J'entends Plus la Guitare, é dedicado à Nico.

"Nico parecia uma criança, era uma pessoa infantil, muito doce, mas as drogas deixaram-na medonha. Nos anos cinquenta, tinha sido uma modelo famosa por causa daquele visual loiro alemão. Mas com todo aquele veneno em seu organismo, ela quis ficar feia, porque, se você quisesse ser aceito no mundo da droga, devia ser repulsivo e fazer sons feios. Por isso ela se esforçou bastante pra parecer feia e fazer sons feios, mas era apenas uma trilha auto-destrutiva na qual ela entrou quando se ligou em heroína. Ela levou bastante tempo para morrer,
mas na época já tinha parado. Estava usando metadona,
mas provavelmente o organismo dela estava debilitado."

Paul Morrissey


Morte


Túmulo de Nico



Nico foi uma viciada em heroína por mais de quinze anos. O biógrafo Richard Witts especulou que o vício de Nico se deu por suas experiências traumáticas de guerra, ainda durante sua infância, e também por ser uma criança ilegítima.
No dia 18 de julho de 1988, enquanto estava em férias com o seu filho em Ibiza,
na Espanha, Nico teve um ataque cardíaco enquanto andava de bicicleta e, na queda, bateu a cabeça. O motorista de um táxi que passava a encontrou inconsciente e encontrou dificuldade para conseguir encontrar um hospital que a atendesse em Ibiza, pois Nico não tinha plano de saúde.

"No fim da manhã de 17 de julho de 1988, minha mãe me disse que precisava ir ao centro para comprar marijuana. Sentou na frente do espelho e enrolou um lenço preto em volta da cabeça. Minha mãe fixou o olhar no espelho e tomou o maior cuidado para enrolar o lenço de maneira apropriada. Desceu a colina na bicicleta dela:
"Não vou demorar". Ela saiu no começo da tarde, lá pela uma hora, no dia mais
quente do ano, estava trinta e cinco graus."


Ari Delon, filho de Nico


"Nico morreu porque não tinha plano de saúde em Ibiza. Ela usava aquelas detestáveis roupas hippies de lã para disfarçar sua aparência, que tinha se deteriorado com o vício. E ela estava pedalando, usando aquelas coisas de lã no meio do verão, no maior calor, e teve uma insolaçãozinha que provavelmente teria sido bem fácil de tratar. Mas o cara que a pegou na estrada levou-a a dois ou três hospitais em Ibiza e nenhum deles a aceitou. Finalmente a Cruz Vermelha pegou-a,
e ela morreu lá."

Paul Morrissey


Incorretamente, ela foi diagnosticada por ter sofrido insolação, e morreu no dia seguinte. O exame de raio-X, mais tarde, acabou revelando uma severa hemorragia cerebral, que foi o que lhe causou a morte.
Nico foi enterrada no "Grunewald Forest Cemetery" em Berlin.
Alguns amigos colocou uma fita da música "Mütterlein", uma música de seu álbum "Desertshore", em seu funeral.

Discografia Álbuns de Estúdio

1967 - The Velvet Underground and Nico
1967 - Chelsea Girl
1969 - The Marble Index
1970 - Desertshore
1973 - The End
1981 - Drama of Exile
1985 - Camera Obscura

Álbuns ao vivo

1974 - June 1, 1974
1982 - Do or Die: Nico in Europe
1985 - Nico Live in Pécs
1986 - Live Heroes
1986 - Behind the Iron Curtain
1987 - Nico in Tokyo
1988 - Fata Morgana (Nico's Last Concert)
1989 - Hanging Gardens
1994 - Heroine
2003 - Femme Fatale: The Aura Anthology
2007 - All Tomorrow's Parties (álbum duplo)

"NINA PERSSON"


Nina Persson (Nina Elisabet Persson, Örebro, 6 de setembro de 1974)
é uma cantora da Suécia, vocalista da banda sueca The Cardigans.
Paralelamente aos The Cardigans, Nina faz parte da banda A Camp.
Persson participa no álbum de tributo a Serge Gainsbourg, Monsieur Gainsbourg Revisited e em 2007 canta "Your love alone is not enough"
com os Manic Street Preachers.
Persson é casada com o compositor e músico americano Nathan Larson.
Ela cantou as letras de algumas de suas músicas nas trilhas sonoras do filme de
Todd Solondz, Palindromes e no filme australiano Little Fish.

Discografia The Cardigans


Emmerdale (1994)
Life (1995)
First Band on the Moon (1996)
Gran Turismo (1998)
Long Gone Before Daylight (2003)
Super Extra Gravity (2005)

Discografia A Camp

A Camp (2001)
Colonia (2009)

Filmografia

Om Gud Vill (2006)


sábado, 24 de julho de 2010

" GWEN STEFANI "


Gwen Renée Stefani Rossdale (Fullerton, California, 3 de outubro de 1969)
é uma cantora, estilista, compositora e atriz dos norte-americana.
É a vocalista da banda de rock, No Doubt.
Stefani ficou famosa em 1995, com o sucesso do álbum Tragic Kingdom do No Doubt, que criou sucessos como "Just a Girl", "Spiderwebs" e "Don't Speak". Os álbuns seguintes não venderam tanto como Tragic Kingdom, mas obtiveram sucesso em diferentes níveis de popularidade e gênero.
Em 2004, Gwen Stefani escreveu e gravou seu primeiro álbum solo, Love. Angel. Music. Baby., para o qual consultou os produtores discográficos The Neptunes, a letrista Linda Perry e o líder do OutKast, André 3000, entre outros. O álbum continha música pop e dance. O terceiro single, "Hollaback Girl", obteve grande sucesso internacional e tornou-se o primeiro single digital dos EUA a superar mais de um milhão de vendas.

Em 2006, Stefani lançou seu primeiro DVD, chamado Harajuku Lovers Live, e seu segundo disco em carreira solo, chamado The Sweet Escape, no qual tem como primeira canção de trabalho "Wind It Up", que assim como "Hollaback Girl" (o grande sucesso de seu disco solo anterior) foi produzida pelos The Neptunes. Lançou uma canção com participação do rapper Akon, homônima ao título do álbum, "The Sweet Escape". "4 in the Morning" foi lançada em seguida, como o 3º single do álbum.
A banda que a consagrou, o No Doubt, começou com seu irmão Eric Stefani e um amigo dele, John Spence. Mais tarde ela entrou como vocalista, após Spence (o criador da banda) cometer suicídio. E um pouco depois, Tony, Adrian e Tom se juntaram à banda.
Em 2001, Stefani se juntou com a rapper Eve, para lançar o single "Let Me Blow Your Mind" (que foi indicado para o Grammy de "Melhor Dueto de Rap", em 2002). O single "Hey Baby" estreou muito bem cotado nas paradas de sucessos de todo o mundo e colocou o No Doubt de volta ao primeiro time da música pop mundial.
Stefani em 2005, na apresentação da música Cool.Em 2004 a cantora deu um tempo ao grupo para se dedicar a carreira solo. Lançou no final do mesmo ano seu primeiro álbum, Love. Angel. Music. Baby.. Ele ressalta as raízes dos anos 1980 de Gwen e seu amor pela dance music e música/moda pop japonesa com faixas produzidas por um time de primeiro escalão que inclui Andre 3000, do Outkast, Dr. Dre e Nelly Hooper. Para colaborar com ela no estúdio Gwen convocou músicos como Wendy & Lisa, ex-integrantes da banda de Prince, o New Order e Martin Gore, do Depeche Mode.

Aos 40 anos, Gwen acumula quase duas décadas de experiência profissional e vendas de 25 milhões de discos à frente do No Doubt. Ela dita moda, a ponto de ter lançado sua própria linha de roupas, L.A.M.B.,­ a sigla formada pelas palavras "Love Angel Music Baby", as mesmas do título do seu primeiro disco. E aventura-se, ainda, no cinema: estreou sob a pele de Jean Harlow em O Aviador, de Martin Scorsese.
É casada com o músico Gavin Rossdale, que foi vocalista e guitarrista da extinta banda de rock Bush, com quem tem dois filhos, Kingston James que nasceu em 26 de maio de 2006 e Zuma Nesta Rock Rossdale 21 de Agosto de 2008.
Com faixas inacabadas de Love. Angel. Music. Baby., Gwen voltou aos estúdios após o nascimento de Kingston James. Ao final de 2006, lançou então The Sweet Escape, seu segundo trabalho solo puxado pelo single "Wind It Up". A canção "The Sweet Escape" conseguiu tomar conta de todas as paradas mundiais, contando com a participação de Akon. Logo veio "4 in the Morning", uma balada que Gwen escreveu quando estava grávida.
Em Setembro saiu o quarto single "Now That You Got It" e em Novembro de "2007" o quinto single, a balada "Early Winter".
"Hollaback Girl" (2005)


Projetos não-musicais

Stefani fez a maior parte das roupas que ela vestiu no palco com o No Doubt, resultando em combinações cada vez mais ecléticas. A estilista Andrea Liberman a introduziu à vestuário de alta costura, o que levou Stefani a criar uma linha de roupas chamada L.A.M.B. em 2004.A linha é influenciada por várias modas, incluindo os estilos guatemaltecos, japoneses e jamaicanos.A linha atingiu popularidade entre celebridades e é vestida por estrelas como Teri Hatcher, Nicole Kidman e pela própria Stefani.Em junho de 2005, ela expandiu sua coleção com a linha Harajuku Lovers, menos cara, a qual ela se referia como uma "linha de merchandising glorificada", com produtos variados, incluindo câmeras, artigos para pendurar no celular e lingerie.No fim de 2006, Stefani lançou uma edição limitada de uma linha de bonecas chamada "Love. Angel. Music. Baby. Fashion Dolls". As bonecas são inspiradas por várias roupas que Stefani e as Harajuku Girls usaram enquanto faziam a turnê do álbum.No segundo semestre de 2007, Stefani lançou uma fragância, L, sua primeira, como parte de sua linha L.A.M.B. de roupas e acessórios. O perfume possui toques de ervilha doce e rosa.

Em 2004, Stefani começou a mostrar interesse em fazer participações em filmes e começou a comparecer a testes para filmes como Mr. & Mrs. Smith.Ela estreou atuando como Jean Harlow em 2004, no filme The Aviator de Martin Scorsese. Scorsese, cuja filha era fã do No Doubt, mostrou interesse recíproco em chamar Stefani para o elenco após ver a foto dela em uma sessão de fotos inspirada em Marilyn Monroe para a revista Teen Vogue em 2003.Para se preparar para esse papel, Stefani leu duas biografias e assistiu a dezoito filmes de Harlow.A filmagem de sua parte no filme levou de quatro a cinco dias, e Stefani tinha poucas falas.A cantora também emprestou sua voz para a personagem-título de Malice, um jogo para Xbox e PS2, lançado em 2004. Antes da finalização do jogo, no entanto, a empresa optou por não utilizar a voz dos membros do No Doubt.




Imagem pública

Stefani se apresentando em maio de 2007, vestindo o "G" característico no cinto.Stefani é freqüentemente identificada por sua aparência única. Ela começou a usar um bindi na metade da década de 1990 após participar de várias reuniões familiares com Kanal, que é de origem indiana.Durante o sucesso do No Doubt, Stefani usava o adereço na testa em vários dos vídeos musicais da banda e popularizou o acessório por um curto período em 1997.Atraindo atenção pela primeira vez em 1995, no clipe de "Just a Girl", Stefani é conhecida por sua barriga e freqüentemente veste camisetas que a expõem O desenho da maquiagem de Stefani geralmente inclui pó facial leve, batom vermelho claro e sobrancelhas arqueadas; ela escreveu sobre o assunto em uma canção chamada "Magic's in the Makeup" para Return of Saturn do No Doubt, perguntando "Se a magia está na maquiagem/ então quem sou eu?".

Stefani é uma morena mas não usa seu cabelo natural desde a nona série.Desde então, seu cabelo é loiro-platina. Stefani discutiu isso na canção "Platinum Blonde Life" em Rock Steady e interpretou a loira fatal Jean Harlow em 2004. Stefani também pintou seu cabelo de azul em 1998 e de rosa em 2000,aparecendo na capa de Return of Saturn com o cabelo dessa cor.

Em 2006, Stefani modificou sua imagem inspirada em Elvira Hancock, uma prostituta viciada em cocaína interpretada por Michelle Pfeiffer no filme Scarface de 1983. A imagem reinventada inclui um símbolo que consiste de dois "G" espelhados, que aparecem uma chave encrustada de diamantes que ela veste em um colar. O "G" tornou-se, desde então, um símbolo utilizado com bastante freqüência na promoção de The Sweet Escape.Stefani causou preocupação em janeiro de 2007 após sua rápida perda de peso após a gravidez. Ela declarou ter perdido o peso através de dieta e exercícios, mas admitiu estar obcecada com a balança devido à "tendência tamanho 30".[Posteriormente, ela também declarou estar de dieta desde a sexta série para caber em roupas tamanho 32, comentando: "É uma batalha em progresso e é um pesadelo. Mas eu adoro roupas, e sempre quis vestir as peças que faria".

Discografia

2004 : Love. Angel. Music. Baby.
2006 : The Sweet Escape

Coletâneas

2007 : The Singles Collection: Gwen Stefani

sábado, 17 de julho de 2010

" MANDY MOORE "


Amanda "Mandy" Leigh Moore (10 de Abril de 1984 em Nashua, New Hampshire)
é uma cantora de pop e folk, compositora e atriz.
Ela cresceu na Flórida e veio para a fama na adolescência,
depois do lançamento dos álbums So Real, I Wanna Be with You, e
Mandy Moore, suas vendas ultrapassam a maraca de 10 Milhões de Cópias,
onde desfrutou de um grande sucesso no final dos anos 90's.
Moore também entrou na carreira de atriz, estrelando no filme A Walk to Remember(UM AMOR PARA RECORDAR) de 2002 e depois apareceu em outros filmes adolescentes e adultos.
Dois de seus filmes, Saved! e American Dreamz, são sátiras onde Mandy faz vilãs.
Os antigos relacionamentos amorosos dela foram muito comentados pela crítica.
Em 2007, depois de quatro anos sem lançar um CD, ela lança Wild Hope, mostrando um estilo mais adulto e se distanciando totalmente da cantora adolescente de antes.
Seu trabalho mais recente no mundo da música, é o álbum Amanda Leigh,
lançado em Maio deste ano.

Carreira Musical

Em Dezembro de 1999, ela lançou o seu primeiro CD, So Real, com um estilo bubblegum pop, o álbum lançou em 31 no Billboard 200 e foi certificado Platina, vendendo aproximadamente 3 milhões de cópias nos Estados Unidos. Seu primeiro single, Candy, alcançou número 41 no Hot 100 da Billboard e número 2 nos charts australianos.
Em 2000, foi lançado o seu 2° álbum I Wanna Be with You, com músicas do primeiro CD e algumas inéditas. O álbum também foi Platina que nem o seu antecessor, porém obteve mais sucesso no Billboard 200, estreiando em 21. O single I Wanna Be with You alcançou número 24 no Hot 100 e é o single de maior sucesso até então.
No ano de 2001, foi lançado o CD Mandy Moore, com as músicas Cry, In My Pocket e Crush. O álbum lançou em número 35 nos Estados Unidos e foi certificado Ouro, vendendo aproximadamente 1 milhão de cópias. O álbum não obteve nenhum single de sucesso, apesar de In My Pocket ter alcançado número 106 na Billboard e Cry ser a música mais lembrada por estar no filme A Walk to Remember.
Em 2003, foi lançado Coverage, seu CD de covers, muito aclamado pela crítica. Porém, a gravadora não deu muita atenção ao álbum e ele não emplacou, vendeu pouco mais de 700 mil cópias. Depois de não ter recebido a atenção suficiente da gravadora, laços foram partidos entre a cantora e a gravadora. Já que tinha um contrato para 6 CDs as gravadoras Epic/550/Sony BMG lançaram as compilações The Best of Mandy Moore (148 na Billboard 200) e Candy.

Pouco tempo depois, a cantora anunciou o contrato com a Sire Records (Warner Music). Porém, por causa de conflitos, ela saiu da gravadora. Em 2007 foi anunciado que ela assinou com a gravadora The Firm e em Julho do mesmo ano foi lançado o CD Wild Hope que alcançou número 30 na Billboard. O CD foi inteiramente co-escrito pela Mandy e mostra uma Mandy Moore mais madura.
Lançou no dia 26 de Maio de 2009, seu mais novo CD, o álbum,
Amanda Leigh que até hoje Moore lucra com ele.

Cinema

Sua primeira aparição no cinema foi como a fútil Lana Thomas, antagonista do filme The Princess Diaries. Antes, ela havia feito uma dublagem no filme Dr. Dolittle 2. Ela também participou dos filmes How to Deal, Chasing Liberty e All I Want/Try Seventeen.
Depois, ainda participou das produções Saved! e American Dreamz como vilã,
fugindo do estereótipo "atriz de filmes para adolescentes".
Em 2002, participu da produção de Adam Shankman, A Walk to Remember (um amor para recordar) aonde vivia o papel de uma garota a beira
da morte que se apaixona por um jovem rebelde.
Em 2007, participou dos filmes Because I Said So, License to Wed, Dedication e o filme a ser lançado Southland Tales,
perdendo definitivamente o estereótipo adolescente.

Vida pessoal

Em 10 de março de 2009 se casou com o músico Ryan Adams,
em uma cerimônia pequena e discreta que aconteceu na cidade de Savannah,
na Georgia, Estados Unidos.




Discografia


1999 So Real
2000 I Wanna Be with You
2001 Mandy Moore
2003 Coverage
2007 Wild Hope
2009 Amanda Leigh

Coletâneas

2004 The Best of Mandy Moore
2005 Candy

Singles

1999 Candy
1999 Walk Me Home
2000 So Real
2000 I Wanna Be with You
2000 Walk Me Home (re-lançado)
2001 In My Pocket
2001 Crush
2002 Cry
2002 17
2003 Have a Little Faith in Me
2007 Extraordinary
2007 Nothing That You Are
2009 I Could Break Your Heart Any Day of the Week

Filmografia

1996 Ratos de Rua Rata #4
1997 O Toque de Um Anjo Melanie
2000 A Mágica Fábrica de Mentes Brittany Foster
2001 O Diário da Princesa Lana Thomas
Dr. Dolittle 2 Ursa Filhote Apenas voz
2002 Um amor para recordar Jamie Sulivan
Kingdom Hearts Aerith Gainsborough Apenas voz, Video-game
2003 Meu Novo Amor Halley Martin
Era Tudo o Que Eu Queria Lisa Diretamente para vídeo.
2004 Curtindo a Liberdade Anna Foster
Galera do Mal Hilary Faye/Marie Faye Bilheteria: $8,940,582 (Filme independente)
2005 Deu Zebra! Sandy (voz) Bilheteria: $49,772,522
2006 Tudo Pela Fama Sally Kendoo
Irmão Urso 2 Nita Apenas voz;
Direto para vídeo em 29 de Agosto, 2007
Médicos e Estagiários Julie Quinn Participação em Série de TV.
Os Simpsons Tabitha Vixx voice
2007 Minha Mãe Quer Que Eu Case Milly Wilder 2 de Fevereiro, 2007 $42,674,040
Licença Para Casar Sadie Jones $43,359,496
Uma História de Amor (Dedicação) Lucy Riley 24 de Agosto, 2007
Romance & Cigarros Baby Murder 7 de Setembro, 2007
O Fim do Mundo Madeline Frost Santaros 9 de Novembro, 2007
Foi Assim Que Aconteceu Amy Participação em Série de TV.
2010 Swinging With The Finkels Sarah Finkel
Tangled Rapunzel Apenaz voz.
Grey's Anatomy Mary Participação no episódio Death and All His Friends.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

" COLBIE CAILLAT "


Colbie Caillat (Newbury Park, Califórnia, em 28 de Maio de 1985),
é uma cantora pop americana e guitarrista de Malibu,
filha do produtor musical Ken Caillat.
O álbum Coco que marca a estréia da cantora e compositora .
Colbie fez sucesso primeiramente no MySpace onde colocou algumas músicas no site, entre elas "Bubbly". Esse single encabeça o álbum "Coco" que chegou à quinta posição do ranking da revista "Billboard". Antes de se tornar um grande hit, a canção esteve disponível temporariamente de forma gratuita no iTunes, o álbum atingiu recentemente 3 milhões de copias vendidas no mundo sendo 2 milhões apenas nos Estados Unidos.
A artista começou a cantar profissionalmente aos 11 anos. Ela se declara fã de Lauryn Hill e Fleetwood Mac. Seu primeiro show no Brasil aconteceu em São Paulo,
dia 15 de Outubro de 2008 Credicard Hall.



Discografia Álbuns de Estúdio

2007 Coco Data de Lançamento: 17 de Julho de 2007
2009 Breakthrough Data de Lançamento: 25 de Agosto de 2009

segunda-feira, 12 de julho de 2010

" VANESSA CARLTON "


Vanessa Lee Carlton (Milford - Pensilvânia, 16 de Agosto de 1980) é uma cantora pop, escritora e pianista norte-americana mais conhecida pelo single
"A Thousand Miles" de seu álbum de platina Be Not Nobody (2002),
que vendeu cerca de 2,5 milhões ao redor do mundo. Seu segundo álbum,
intitulado Harmonium (2004), não obteve êxito comercial, apesar da impecável produção. O fracasso do disco levou-a a deixar sua gravadora na época,
a A&M Records, alegando falta de divulgação do disco. Atualmente,
Vanessa é contratada da The Inc, selo mais conhecido por seus artistas Black
e do Hip Hop e que é filiado à Motown, famosa gravadora, casa da soul music,
e acaba de lançar seu terceiro disco Heroes & Thieves, que vem com
"Nolita Fairytale" de carro-chefe.

Vanessa Carlton nasceu em Milford, na Pensilvânia, EUA.
Filha do piloto Ed Carlton e da pianista e professora de música Heidi,
Vanessa era uma criança prodígio. Ouvia música clássica tocada por sua mãe.
Com dois anos de idade, depois de uma viagem à Disney, tocou no piano a música It's A Small World, devido ao forte impacto de ouvir essa canção na viagem.
Com oito anos compôs a sua primeira canção, e depois de alguns anos a ouvir música que ia desde Debussy aos Pink Floyd, por influência dos pais, a cantora entrou para a School of American Ballet, em Nova Iorque, quando tinha catorze anos. Durante algum tempo viveu em um dormitório no Lincoln Center, mas a dada altura cansou-se do curso. Vanessa era a melhor aluna da sala e o ensino era muito rígido, o que acabou frustrando-a com o método de ensino. Foi então que se virou para o piano e nessa altura nasceram as primeiras canções a sério. Trabalhou como garçonete por um tempo, depois começou a frequentar bares de Nova Iorque e a sua música chegou aos ouvidos de profissionais da indústria fonográfica. O single de estreia, A Thousand Miles, do primeiro disco Be Not Nobody chegou às estações de rádio e aos canais de música em Fevereiro de 2002 e em Agosto já rodava incansavelmente na MTV. Na época, a revista Rolling Stones a destacou como uma das novas artistas a seguir atentamente durante o ano.



Discografia

No ano de 2002, Vanessa lançou seu primeiro disco chamado Be Not Nobody.
Lançado pela A&M (mesma gravadora da Sheryl Crow) e produzido por Ron Fair, o disco foi sucesso de público e crítica. Seu primeiro single A Thousand Miles foi hit pelo mundo a fora, e com certeza é sua música mais conhecida até hoje. O disco vinha com músicas de apelo pop ("A Thousand Miles", "Ordinary Day" e "Pretty Baby") misturadas a músicas mais alternativas ("Rinse", "Paradise" e "Wanted"). Além de músicas autorais, Vanessa ainda gravou Paint It Black, música dos Stones.
Ao todo foram mais de 3 milhões de cópias vendidas pelo mundo e três indicações ao Grammy de 2003.

O segundo disco de Vanessa, intitulado Harmonium, trazia com ele uma grande pressão de alcançar boas posições nas paradas, assim como seu antecessor. O disco trazia uma mudança em questão de arranjos e letras, os quais eram mais "sombrias" se comparadas as anteriores. O álbum não foi um sucesso como o de estreia, devido a vários motivos, dentre eles o de que o single de abertura "White Houses" teve seu vídeo censurado nos EUA por fazer menção à perda da virgindade ao longo de um curto verso, de forma sutil. Outras músicas de destaque no álbum são "Annie", que falava sobre uma fã de Vanessa que tinha leucemia e "She Floats", onde ela e seu produtor e até então namorado Stephen Jenkins soltavam gritos no meio da música.

Após as baixas vendas de Harmonium, Vanessa abandonou sua gravadora e mudou para a The Inc, mais conhecida por gravar álbuns de artistas do cenário Hip-Hop.
Ao ingressar na nova gravadora, houve a dúvida quanto ao som de Vanessa sofrer alguma alteração, mas depois do lançamento de "Nolita Fairytale", seu primeiro single para o disco novo, percebeu-se que sua música pop e seu piano não sofreram alterações. Algumas músicas conhecidas de seus fãs por tocarem sempre em seus shows, como "The One" e "Hands On Me" entraram no disco. Heroes & Thieves foi lançado no dia 9 de outubro de 2007 e tem produção de Stephen Jenkins, Linda Perry e Irv Gotti, recebendo uma divulgação um pouco maior que seu álbum antecessor, desta vez contando ainda com um segundo single, "Hands On Me".

Após um tempo sem notícias, Vanessa postou em seu fórum virtual no final de 2008 explicando o motivo de seu "sumiço" e anunciando que já estaria trabalhando em seu quarto álbum. Em Março de 2009, Vanessa lançou três novas músicas ao vivo: London, Fair-Weather Friends e o instrumental Waltz. Nas músicas percebe-se um amadurecimento, e como característica para esta artista, uma pequena "mudança" no estilo das músicas, e letras profundas. A 17 de setembro de 2009, a cantora criou sua conta na rede de relacionamentos twitter. No dia 5 de outubro de 2009, ela divulgou o possível nome desse quarto álbum: Tall Tales for Spring. A 8 de maio de 2010, Vanessa atualizou seu facebook e em um post revelou o nome definitivo do cd: Rabbits On the Run. Ela também divulgou o nome de mais duas músicas, Moneymaker e I Don't Wanna Be a Bride. Dia 19 de maio de 2010, a cantora fez um show na parada gay Nashville Pride e apresentou duas novas músicas: I Don't Wanna Be a Bride e Tall Tales For Spring, que não é nada mais do que a música Waltz com uma letra.

" LINDA PERRY "


Linda Perry, (Springfield, Massachusetts, 15 de Abril de 1965),
nascida nos Estados Unidos de pai português (Alfred Xavier Perry (1928–2005)
e mãe brasileira (Marluce Perry),foi vocalista da extinta banda americana de rock alternativo 4 Non Blondes, conhecida principalmente pela música What's Up?,






um grande sucesso da década de 1990, do único disco da banda,
Bigger, Better, Faster, More!, de 1992. Após o final da banda,
Linda Perry seguiu carreira solo (lançou, em 96, seu primeiro disco solo,
"In Flight", e em 1999, "After Hours") e também tornou-se produtora,
trabalhando com artistas de altíssimo sucesso como Celine Dion,
Gwen Stefani, Britney Spears, Pink, Christina Aguilera,
Courtney Love, James Blunt, Giusy Ferreri, Vanessa Carlton e Adam Lambert.
Ela é assumidamente lésbica.

domingo, 11 de julho de 2010

" SUSANNA HOFFS "


Susanna Hoffs Lee (nascida em 17 de janeiro de 1959 )foi a vocalista e guitarrista do The Bangles . Ela também lançou três álbuns como artista solo, um em colaboração com Matthew Sweet .
Hoffs nasceu em Newport Beach , Califórnia,em uma família judaica.
Sua mãe era fã dos Beatles e tocava suas canções para Hoffs quando ela era criança. Ela começou a tocar guitarra na adolescência junto com Vicki Peterson, Debbi Peterson que tocavam em uma banda e precisava de uma vocalista, que viria a se tornar The Bangles . Susanna participou Palisades High School, em Pacific Palisades, Los Angeles. Em 1980 , graduou-se pela Universidade da Califórnia ,
Berkeley , com bacharelado em artes .




DICOGRAFIA

Album Solo

Susanna Hoffs (1996)
When You're a Boy (1991)

Singles

All I Want
Unconditional Love

Com The Bangles

Álbuns de Estúdio

The Bangles (1982, EP)
All Over The Place (1984)
Different Light (1986)
Everything (1988)
Greatest Hits (1990)
Doll Revolution (2003)

quinta-feira, 8 de julho de 2010

" TINA WEYMOUTH "


Tina Weymouth, nascida Martina Michéle Weymouth,
(Coronado (Califórnia), 22 de novembro de 1950) foi uma das integrantes da
influente banda pós-punk Talking Heads e do grupo Tom Tom Club.

Cheerleader em sua juventude, Tina possui ascendência francesa por parte de mãe.

Como baixista, Weymouth combinava o minimalismo de bandas de art-punk como Wire e Pere Ubu com riffes dançantes da disco music, que dava ao seu som um balanço funk.
Ela é casada desde 1977 com Chris Frantz, baterista do Talking Heads, com quem teve dois filhos: Egan e Robin. Frantz e Weymouth fundaram um projeto paralelo à banda liderada por David Byrne, o Tom Tom Club. Tina gravou recentemente canções para o grupo Gorillaz.


sábado, 3 de julho de 2010

" ARETHA FRANKLIN "


Aretha Louise Franklin (Memphis, 25 de março de 1942)
é uma cantora norte-americana de gospel,R&B e soul que
virou ícone da música negra.
Nascida em Memphis,criada em Detroit, Michigan, tornou-se a primeira mulher a fazer parte do Hall da Fama do Rock and Roll em 3 de janeiro de 1987. Muitos chamam Aretha de "Rainha do Soul" ou "Dama do Soul". Ela é reconhecida por suas habilidades na música soul e R&B, mas também é uma adepta de jazz, rock, blues, pop e até mesmo ópera. Ela é geralmente reconhecida como uma das melhores vocalistas da história da música por publicações de porte da Revista Rolling Stone e do canal de televisão VH1Ela é a segunda cantora a possuir mais prêmios Grammy na história, atrás apenas de Allison Krauss. Aretha possui dezessete prêmios competitivos e três honorários. O estado de Michigan declarou a voz de Aretha como sendo uma maravilha natural.
Apesar de todo o sucesso, Aretha possui apenas dois singles que foram para o primeiro lugar na lista dos mais vendidos dos Estados Unidos segundo a Revista Billboard: "Respect" nos anos 1960 (sua canção mais conhecida) e "I Knew You Were Waiting (For Me)", um dueto com George Michael. No entanto, vários singles dela já apareceram entre os 20 mais vendidos na lista daquela publicação, como "Think", "I Say a Little Prayer", "Until You Come Back to Me", "Who's Zoomin' Who?", "Freeway of Love", entre outros.

Aretha Franklin perdeu suas 2 irmãs (Carolyn e Erma) de câncer em 1985 e 2003. Seu irmão morreu em acidente de avião respondendo porque o medo de avião.
Aretha Franklin foi processada por quebra de contrato em 1984, quando ela não pôde estrelar no musical da Broadway Sing, Mahalia, Sing, (baseado na vida da cantora gospel Mahalia Jackson) porque ela estava com medo de voar de avião.
Ela foi introduzida no Hall da Fama das Mulheres de Michigan em 2001.
Aretha frequentemente convida a cantora Chaka Khan, uma de suas favoritas, para cantar em suas festas de aniversário.
Em 2006, o total de prêmios Grammy de Aretha Franklin subiu para dezessete com um prêmio de Melhor Performance Tradicional de R&B por "A House is Not a Home", um tributo a Luther Vandross incluído no CD So Amazing.
Voz Tipo de Voz: Mezzo-Soprano Dramático Nota mais baixa: F2 Nota mais Aguda em Belting: D6 Nota mais aguda em cabeça:E6 Extensão Vocal: F2-E6
(3 oitavas e seis notas)




Discografia Albums

Year Album US US Black Albums UK RIAA Certification
1956 Songs of Faith
1961 Aretha (with the Ray Bryant Combo)
1962 The Electrifying Aretha Franklin
The Tender, The Moving, The Swinging Aretha Franklin 69
1963 Laughing on the Outside
1964 Unforgettable: A Tribute to Dinah Washington
Runnin' Out of Fools'' 84 9
1965 Yeah!: Aretha Franklin in Person 101 8
1966 Soul Sister 132 8
1967 Take It Like You Give It
I Never Loved a Man the Way I Love You 2 1 36 Platinum
Aretha Franklin's Greatest Hits 94 10
Aretha Arrives 5 1
Take a Look 173 22
1968 Lady Soul 2 1 25 Platinum
Aretha Now 3 1 6 Platinum
Aretha in Paris 13 2
1969 Soul '69 15 1
Aretha's Gold 18 1
1970 This Girl's in Love with You 17 2
Spirit in the Dark 25 2
1971 Aretha Live at Fillmore West 7 1 Gold
Aretha's Greatest Hits 19 3
Young, Gifted and Black 11 2 Gold
1972 Amazing Grace 7 2 2x Platina
In the Beginning/The World of Aretha Franklin 1960-1967 160
1973 Hey Now Hey (The Other Side of the Sky) 30 2
1974 Let Me in Your Life 14 1
With Everything I Feel in Me 57 6
1975 You 83 9
1976 Sparkle 18 1 Gold
Ten Years of Gold 135 29
1977 Sweet Passion 49 6
1978 Almighty Fire 63 12
1979 La Diva 146 25
1980 Aretha 47 6
Aretha Sings the Blues
1981 Love All the Hurt Away 36 4
1982 Jump to It 23 1 Gold
1983 Get It Right 36 4
1985 30 Greatest Hits
Who's Zoomin' Who? 13 3 Platinum
1986 Aretha 32 7 Gold
1987 One Lord, One Faith, One Baptism 106 25
1989 Through the Storm 55 21
1991 What You See Is What You Sweat 153 28
1992 Queen of Soul: The Atlantic Recordings 99 20
1994 Greatest Hits (1980-1994) 85 23 27 Platinum
The Very Best of Aretha Franklin: The 60's Platinum
The Very Best of Aretha Franklin: The 70's
1996 Aretha Sings Standards
1997 Love Songs
1998 The Delta Meets Detroit: Aretha's Blues
A Rose Is Still a Rose 30 7 Gold
1999 Greatest Hits 38
2001 Aretha Franklin Greatest Hits
2002 Queen in Waiting: Columbia Years 1960-1965
Respect: The Very Best Of Aretha Franklin 15
2003 So Damn Happy 33 11
2007 Jewels in the Crown: All-Star Duets with the Queen 54 7
Rare & Unreleased Recordings from the Golden Reign of the Queen of Soul 87
2008 This Christmas, Aretha 103
2009 A Woman, Fallin' Out of Love


Singles notáveis

Singles que atingiram o Top 10 da lista Hot 100 da Revista Billboard:

Ano Título Maior posição atingida
1967 "I Never Loved A Man (The Way I Love You)" 9
1967 "Respect" 1
1967 "Baby I Love You" 4
1967 "(You Make Me Feel Like) A Natural Woman" 2
1967 "Chain Of Fools" 2
1968 "(Sweet Sweet Baby) Since You've Been Gone" 5
1968 "Think" 7
1968 "The House That Jack Built" 6
1968 "I Say a Little Prayer" 10
1971 "Bridge Over Troubled Water" / "Brand New Me" 6
1971 "Spanish Harlem" 2
1971 "Rock Steady" 9
1972 "Day Dreaming" 5
1973 "Until You Come Back to Me (That's What I'm Gonna Do)" 3
1985 "Who's Zoomin Who?" 7
1985 "Freeway of Love" 3
1987 "I Knew You Were Waiting (For Me)" (com George Michael) 1

Prêmios Grammy

Prêmios Grammy ganhados por Aretha Franklin
Ano Categoria Título da canção ou álbum
1968 Melhor Gravação de R&B "Respect"
1968 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Respect"
1969 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Chain Of Fools"
1970 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Share Your Love With Me"
1971 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Don't Play That Song"
1972 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Bridge Over Troubled Water"
1973 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B Young, Gifted and Black
1973 Melhor Performance Feminina de Soul/Gospel "Amazing Grace"
1974 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Master Of Eyes"
1975 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Ain't Nothing Like The Real Thing"
1982 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Hold On I'm Comin'"
1986 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B "Freeway Of Love"
1988 Melhor Performance Vocálica Feminina de R&B Aretha
1988 Melhor Performance Vocálica de R&B por uma Dupla ou Grupo "I Knew You Were Waiting (For Me)" (com George Michael)
1988 Melhor Performance Feminina de Soul/Gospel "One Lord, One Faith, One Baptism"
1991 Prêmio de lenda da música --
1994 Prêmio pelo conjunto da obra --
2004 Best Traditional R&B Vocal Performance "Wonderful"
2006 Melhor Performance Vocálica Tradicional de R&B "A House Is Not A Home"

Filmografia

Os Irmãos Cara-de-Pau (The Blues Brothers) (1980)
Os Irmãos Cara-de-Pau 2000 (Blues Brothers 2000) (1998)
Immaculate Funk (2000) (documentário)
Tom Dowd & the Language of Music (2003) (documentário)
Singing in the Shadow: The Children of Rock Royalty (2003) (documentário)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...